Controlar Ansiedade – 5 dicas práticas

Controlar Ansiedade – 5 dicas práticas

04/11/2019 4 Por Najma Alencar
Tempo de leitura: 3 minutos

A ansiedade é um mecanismo do nosso organismo que existe para nos ajudar. Podemos dizer que é a energia que nos coloca em ação, logo, precisamos muito dela.

Quando o nível aceitável de ansiedade passa a ser um nível desajustado, a mente fica muito acelerada. Tudo o que se pensa é como vai ser o amanhã e o que e como pode dar errado. A partir disso, a ansiedade começa a gerar prejuízo. Alguns estudos revelam que um terço da população mundial sofrem com algum prejuízo relacionado à ansiedade.

Sintomas do dia a dia

A pessoa passa a se sentir sem paciência, irritada, estressada, nervosa, sempre muito acelerada e com sensação de confusão mental, falta foco e concentração e tudo isso acompanhado de uma visão pessimista do amanhã, com pensamentos catastróficos que acabam gerando reações físicas, são elas: aperto no peito e aumento dos batimentos cardíacos, respiração ofegante ou falta de ar, aumento da sudorese, tremores nas mãos ou outras partes do corpo,  tensão muscular, boca seca e dor de barriga. Esses são os sintomas mais comuns, mas em cada pessoa pode se desenvolver de outras formas.

E tudo isso normalmente é alimentado por sentimentos e pensamentos ruins.

Todas essas sensações vem trazendo junto à elas, um rastro de prejuízos, seja na saúde, nos relacionamentos, estudos e/ou trabalho. Precisa de atenção.

5 Dicas simples

Ainda não existe nenhum passe de mágica para te tirar dessa areia movediça, é necessário mudanças de hábitos !! Pois é! Vamos ter que colocar a mão na massa. Dentro do processo psicoterapêutico chamamos de reprogramação mental, onde inicia-se o trabalho de autoconhecimento e aplicação de um passo a passo estruturado para controle da ansiedade.

Dica 1 – Entenda que você não pode controlar o mundo

Existem coisas que estão ao alcance, elas acontecem e dependem de você, e por isso, essas são coisas que você pode controlar. Mas, existem outras que não são possíveis controlar, que são a maioria das coisas. Agora, te convido a trazer isso para a realidade: Pare para analisar esse parágrafo, nomeie as coisas ao seu redor que você tem controle e as que você não tem. Viu só? A maioria são coisas que não dependem unicamente de você, então para que se culpar tanto?

Dica 2 – Autoconhecimento

Quais são as situações que te deixam ansioso? Comece a perceber isso no seu dia, tenho certeza que você não fica ansioso 100% do tempo, não é mesmo?

Dicas 3 – Pensamentos Positivos

Manter os pensamentos positivos e questionar os pensamentos negativos é algo que precisa ser feito constantemente. Geralmente pessoas ansiosas tendem a pensar no pior que pode acontecer, então questionar a veracidade e as chances disso acontecer, faz com que se proteja da dor e sofrimento que os sintomas te causam.

Dica 4 – Sobrecarga

Não pegar mais responsabilidades pra não se sobrecarregar é uma coisa que você precisa fazer por você! Fazer isso é autocuidado! Geralmente pegamos tanta coisa para fazer e não damos conta, isso aumenta muito o nível de ansiedade  estresse também.

Dica 5  – Exercícios Físicos

É … querido leitor… Não tem como fugir dessa! Fazer exercícios físicos é indiferenciável para o controle da ansiedade, porque a prática de atividades físicas faz com que seu corpo produza mais hormônios como a dopamina, serotonina e oxitocina que são responsáveis pelo prazer, e você precisa disso em meio ao caos.

E para finalizar exite psicólogo que trata ansiedade com metodologia de controle da ansiedade. Psicóloga recomendada em Curitiba: Najma Alencar.